Um drinque por dia contra a insuficiência cardíaca

Um drinque por dia pode diminuir risco de insuficiência cardíaca, aponta estudo

Um drinque diário pode estar associado ao menor risco de insuficiência cardíaca. Um novo estudo, publicado no European Heart Journal, acompanhou 14,6 mil pessoas durante duas décadas e meia. A média de idade dos voluntários, quando a pesquisa começou, girava em torno de 54 anos. A conclusão: bebedores moderados têm menor risco de insuficiência cardíaca do que bebedores pesados ou abstêmios.

Houve 2,5 mil casos de insuficiência cardíaca no grupo estudado, do qual os pesquisadores controlaram idade, raça, tabagismo, hipertenção e outras variáveis. Em comparação com os abstêmios, homens que bebiam até um drinque por dia - um copo de vinho, uma cerveja ou outra dose de bebida alcóolica - tiveram uma redução de 20% de risco de insuficiência cardíaca. Nas mulheres, a redução foi de 16%. A vantagem diminuía, porém, à medida que aumentava o teor alcóolico da bebida.

O autor principal do estudo, Scott D. Solomon, professor de medicina em Harvard, ressaltou porém que os resultados não são motivo para começar a beber ou, menos ainda, para aumentar o consumo de álcool.

"Mas as pessoas que bebem pouco, moderadamente, podem se beneficiar de proteção, especialmente os homens", explicou, em entrevista ao New York Times. "Mas uma vez que você começa a beber mais de drinque por dia, no caso das mulheres, ou mais do que dois, para os homens, o risco de ter outros tipos de problemas aumenta muito."

Embora nenhum nível de consumo de álcool tenha sido associado a um maior risco de insuficiência cardíaca, beber muito - mais de 21 doses por semana - foi associado à maior mortalidade por causas diversas.




Autor: Equipe Clube
Data: 15/07/2021 17:45:39
ClubeAzul.org.br | E-mail: atendimento@clubeazul.org.br | Contatos: (21) 3916-7277 Rio de Janeiro 4020-1610 (capitais e regiões metropolitanas)